A bancada mineira do PSD deve ganhar espaço na Esplanada

Junia Gama, O Globo

Embora a ordem da presidente Dilma Rousseff seja expressa no sentido de que nenhum ministro fale em reforma na Esplanada, interlocutores do Planalto e caciques de partidos aliados já discutem abertamente a nova composição dos ministérios com mudanças pontuais após as eleições. A partir de hoje, com os resultados das urnas, será dada a largada para a minirreforma. É consenso que PMDB, PSD e a bancada mineira devem ganhar espaço na segunda metade do governo Dilma.

O partido do vice-presidente Michel Temer, aliado que se manteve fiel em pontos estratégicos, como Belo Horizonte no primeiro turno e São Paulo no segundo, terá a prerrogativa de indicar nomes. Há avaliação de que a relação com o PMDB precisa ser fortalecida com vistas a 2014, principalmente devido ao provável voo solo do governador Eduardo Campos (PSB-PE).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s